segunda-feira, 3 de julho de 2017

Segmentada: Capítulo 09 - Adeus [ Fim do Arco Margot ]

Ciao, ciao, hitmans!

Sorry pela demora, estou com uma gripe terrível e bloqueio literário. Mas finalmente consegui terminar o capítulo.
Este fecha o Arco um, ''Arco Margot'' - se alguém tiver um nome melhor para esse arco deixa nos comentários. 
Carlos, sei que vai ficar bravo comigo quando ler tudo, porque você curte muito a Elena :v mas não se preocupe, vou continuar escrevendo essa história então muita coisa ainda vai rolar. Mas o fim do arco será esse mesmo. 
Agradecendo mais uma vez a Mariana Nunes, Dilson Celestino, Kaique Barbosa,  Carlos Cardoso :3 e a todos que participam do blog pela força. 

>> Sinopse Atualizada <<

Akio é o guardião da chuva da Belphegor Demons, uma organização muito estranha onde cada integrante representa um atributo: céu, sol, chuva, tempestade, trovão, nuvem e névoa. Sua chefe está morta por motivos desconhecidos. Cega por vingança, Luna , guardiã da tempestade e nova chefe acredita que Akio seja o culpado. Agora inicia-se uma perseguição insana onde ele precisa provar sua inocência. No meio disso tudo, encontra uma garota que aos poucos modifica os sentimentos dele: Elena. E faz amigos para a eternidade como o implacável Jack e o temido Dill Celestin.




Capítulo 09 - Adeus 

Luna esperava que o punho de alguém acertasse sua face em cheio e a derrubasse no chão. Mas não esperava que esse golpe partiria da desconhecida de cabelos brancos. A aura que ela emitia era assustadora, assim como a força. Seu olhar era de  alguém que não hesitava em matar. 

-Elena...

Luna ficou ainda mais confusa ao ver Akio chamá-la de Elena. Ele estava cego? Elena era frágil, delicada e jamais se meteria em um confronto direto. E a aparência era totalmente oposta à  carrasca bem em sua frente. Mas usava o rosário no pescoço que Elena costumava usar e em seu dedo cintilava o anel Belphegor do sol. 

-Não...não pode ser... - Luna passou a mão no rosto onde recebeu o soco e abaixou-se sem conseguir revidar. -Elena?

-Não, é a mamãe noel...bah! - Respondeu a garota, mantendo os punhos fechados. - Que foi, ovelha negra?



Mais socos, uma sequência deles, bem calculados, o rosto não demonstrava nada, nem mesmo uma mínima satisfação ao ver a causadora de tantos problemas ferida e vencida. Isso porque era apenas o começo. 

-''Eu vim em paz'' acha que te queremos aqui depois de tudo? -  Akio como sempre ficava perto de Elena, como um eterno protetor. Seu rancor por Luna só aumentou assim que a viu. Isso porque Luna o perseguiu os últimos dias e tentou matá-lo de todas as formas. Ela era a razão para ele viver como um fugitivo.E por seus amigos se envolverem nisso e Mirai quase ter perdido a vida.

Todo esse tempo esteve errada. Sua vida foi uma sequência absurda de erros. Seu único lugar seguro era Belphegor Demons, pois a aceitavam como ela era, apesar da personalidade difícil. A ausência da chefe desmantelou toda a organização. Parecia que Zlata era o único elo que unia os guardiões. 

Akio segurou bem a espada quando Elena parou de socar e a ergueu para cortar o pescoço de Luna. Antes a mão de Jack pousou nos ombros dos dois  e eles relaxaram.

-Vamos ouvir o que ela tem a dizer - Jack estava tirando forças das entranhas para não tomar a espada de Akio e cortar o pescoço de Luna de uma vez.

-Tudo bem...mas eu irei matá-la logo depois.- Akio baixou a espada aos poucos e virou a face, se ficasse olhando Luna por muito tempo iria matá-la. 

-Eu estraguei tudo...Akio, Jack me perdoem...

Antes dela terminar a frase um disco de aura cortou parte de seus cabelos no momento que ela se esquivou de lado e abaixou-se jogando-se no chão. O disco formou um enorme buraco na parede e continuou cortando tudo até perder sua força rotativa. O ataque provocou cortes no braço de Luna e por pouco quase o arrancam. Vários discos rodeavam Luna e um movimento ela seria decepada.

Dill.

-Não está me convencendo com essa choradeira. - Dill também queria muito destruir Luna como fez com Shinto.

-Luna, sei que está acostumada a se safar iludindo as pessoas com falso choro e drama excessivo.  - Elena olhou bem para ela, estreitando os olhos - As pessoas costumam deixar-se enganar por ''menininhas'' choronas como você mas nós não...eu já ouvi esse choro falso antes, da Margot e de muitas outras pessoas, pode ser um engano natural mas eu conheço todos seus truques. Larga de ser pirralha e assuma seus erros!

Nada doía mais que seus erros. Nem mesmo o golpe de Dill ou as palavras de Elena. Afinal ela era apenas alguém que nunca confiou nas pessoas, muito menos em homens. Mas tornou-se amiga de Jack, Shinto e de Zlata, no início da Belphegor. Shinto mostrou-se amável e corajoso, digno de seu amor e confiança, então ela disse sim ao seu pedido de namoro.

Mas ele jogou tudo fora ao forjar uma morte, frustrado por ser derrotado inúmeras vezes por ela, Jack e pela própria Zlata. A falsa morte de Shinto destruiu a Luna original, dando lugar a uma mulher que odeia rapazes e os ilude, como ela acreditava que foi iludida. E assim a tempestade se reergueu mais forte e furiosa. Mas eles sempre a viam como vilã. Nunca lhe perguntaram por qual razão era assim.

-Me deixem falar...- ela apertou os cortes para tentar estancar o sangue - eu sei o que Margot planeja. Akio, tire a Elena da vila o mais rápido. Se eu ficar aqui ela virá...precisei fingir estar do lado dela para escapar...

-Mas não vai escapar - Elena sorria, um riso sombrio de quem conta histórias de terror. - Seu preço por buscar ajuda dela será servidão...assim como o meu preço é o sofrimento. Estamos amaldiçoadas. E ela virá nos buscar.

Sofrimento. Akio lembrou-se da noite passada. Elena tinha mais marcas no corpo que um ex-soldado vietnamita. E ele não fazia a menor ideia de onde ela conseguiu se machucar tanto. E como conseguiu sobreviver aquilo. Com o selo lacrado ela não passava de uma simples humana. 

-Margot vendeu Zlata para Víndice. E eu seria a próxima se eu não tivesse escapado. - Em meio as palavras, Luna tropeçava, gaguejava, chorava e agarrava os próprios cabelos,arrancando alguns fios. 

-Zlata foi presa- Jack não pareceu importar-se. - vamos apenas continuar com nossos planos. 

Nesse momento, um espectro entrou pela abertura na janela feita por Luna. Os discos de Dill avançaram para o espectro no intuito de cortá-lo em pedacinhos. O problema é que aquele espectro era incomum e refazia muito rápido os membros cortados. Margot usou Luna para chegar até Elena.

-Me dê sua... imortalidade!

Os braços compridos e flexíveis da criatura se multiplicavam por mais que Akio cortasse. Além disso, as chamas da chuva estavam demorando a fazer efeito naquela criatura. Luna levantou-se e começou a usar as chamas da tempestade nos punhos e socar a criatura, para incendiar parte do monstro mas só o enfureceu mais. Um dos braços segurou Luna e a arremessou para longe.

-Maria, leve Elena e Mirai  para longe...e a Luna também...essa só está atrapalhando. -Ordenou Dill ao ver a esposa entrar no quarto.

Elena ia mover-se para tirar Maria, Mirai e Luna dali quando ouviu o espectro falar numa voz possante:

-Mirai quase morreu por sua causa, Zlata foi vendida por sua causa, eles estão se machucando por sua causa...se você se entregar, Elena, prometo deixá-los em paz. - Parecia o próprio diabo acusando e apontando o dedo indicador, que na verdade era uma garra.

-Não!- Akio se opôs, mesmo ocupado em desviar dos braços da criatura que pareciam mais tentáculos. - Não é culpa sua, eu vou te proteger, Elena. Vamos dar um jeito.

Elena amava a maneira otimista dele. Apesar de tudo que vinha sofrendo, Akio nunca estava chorando ou reclamando da vida, ele sempre estava sorrindo, sempre estava a seu lado e isso lhe dava mais motivação para seguir em frente. Amava até quando ele a chamava de lerda e reclamava das besteiras que ela fazia.  Amava tudo o que ele fazia, até mesmo as imperfeições dele eram perfeitas para ela. Sentia-se mais segura com ele, mais protegida e feliz como nunca fora em toda a sua vida. Akio fez Elena perceber que não precisava de um príncipe encantado e sim de um cavaleiro.

Os lábios dela obrigaram a retorcer algumas palavras em soluços, num tom inevitável de despedida:

-Só tem um jeito, Akio - ela disse olhando-o por um tempo e recordando-se de tudo o que passaram juntos: as brigas infindáveis,a morte de Zlata, as encrencas, as batalhas na floresta, o primeiro beijo, a primeira noite juntos...- eu preciso ir, preservar a pessoa que proporcionou a mim as melhores lembranças. Eu te amo mais que tudo e é por isso que tenho que ir. Eu quero te proteger ao menos uma vez, já que você sempre vem me salvando de tudo. Você sempre será meu cavaleiro.

Akio distraiu-se ao ouvi-la e tomou um golpe, um dos membros da criatura perfurou e quase o arrancou o braço do demônio.  Usou a lâmina para cortar a garra presa fora e puxar o restante. 

Aquela altura, Elena achava-se culpada por tudo, até pelos tropeços de Luna. Ela abandonou a posição de luta e relaxou os braços, deixando-se ser apanhada pelo espectro sem resistir. As sombras a levaram enquanto a criatura ali tentava atrasá-lo. O manto das trevas envolveram Elena e a última coisa que Akio lembra-se foi da visão do olhar vazio da garota embaçar-se quando seus olhos desmancharam-se em lágrimas. E sua sanidade se desfez junto com elas.  

E o demônio acordou outra vez. 



23 comentários:

  1. Boa tarde, como vai? nossa que legal chegamos a mais um capitulo desse encantador livro, que por sinal, ao terminar de ler mais essa capitulo fiquei louca para saber a continuação. O que será que vai acontecer com a Elena?!

    ResponderExcluir
  2. Olá! Espero que melhore logo da gripe sei o quanto é ruiom ficar de cama e estimo melhoras. Fiquei feliz por ter conseguido terminar o capítulo até porque gosto de acompanhar suas histórias. Fiquei curiosa para saber mais.
    Beijos.

    www.meumundosecreto.com.br

    ResponderExcluir
  3. Fique boa logo da gripe fico muito feliz por ter conseguido repassar pra nós essa capítulo gostei muito viu parabéns sucesso

    ResponderExcluir
  4. Desejo melhoras pra você, ficar gripada é muio ruim. Mais um capítulo fascinante da história que você nos proporciona. A criatura é do mau mesmo, querendo saber o que aconteceu com a Elena, como sempre você me deixou curiosa, bjs.

    ResponderExcluir
  5. Melhoras, ficar doente é péssimo mesmo, e que esse bloqueio acabe logo. Adorei esse capítulo, com muita emoção e adrenalina, esperando para vê o que espera por Elena no próximo.

    ResponderExcluir
  6. Menina, melhoras! Que fique boa logo! Nossa e que capítulo, cheio de emoção. Estou na expectativa para saber o que o futuro guarda para Elena, estou curiosa para ler a continuação, estou no aguardo!! Abraços

    ResponderExcluir
  7. Arco Margot é um título bem apropriado, não te preocupe em mudar. E como nos outros capítulos, um final de impacto. Continue escrevendo, está indo muito bem.

    ResponderExcluir
  8. Bem legal o texto,Nossa que capítulo, cheio de emoções e adrenalina.ja quero ler a continuação, estou no aguardo e poste logo Viu rs
    beijos.

    ResponderExcluir
  9. Se cuida para ficarmos a cabeça descansada e continuar super são, adorei esse capítulo sempre bem emocionante e com ótimos finals

    ResponderExcluir
  10. Oi tudo bem?
    Melhoras viu? Gripe realmente é bem ruim :(
    Você tem uma escrita incrível que me fez embarcar nesse capitulo e ficar curiosa pela continuação, parabéns <3

    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Não é só Carlos que curte a Elena, também eu tinha uma simpatia especial por essa menina... ;) Que pena que no final tivesse que ser sacrificada. Mas uma boa história é assim mesmo, o resultado final é imprevisível mesmo até ao último fôlego (ou parágrafo!) :)

    Beijinhos e as melhoras

    ResponderExcluir
  12. Pelo jeito Elena já tinha fã clube e tb sou um dos admiradores. Capítulo cheio de tensão e emoção. O final me deixou sem respiração, eu adorei, mesmo desejando que tudo não termine assim pra Elena.

    ResponderExcluir
  13. Seu aviso ao Carlos já foi um baita spoiler rs
    Muito legal!
    Parabéns e melhoras.

    ResponderExcluir
  14. Que legal não li os outros capítulos para entender a história mais vou procurar ler gosteinmuito beijos sucesso

    ResponderExcluir
  15. Oi! Para comecar as melhoras para a constipacão, aqui em Portugal é verao e estou sempre constipado!
    Quanto ao capitulo, nao o li na totalidade pois estou a tentar ler tudo por ordem! Tem uma escrita muito boa! Bjs

    ResponderExcluir
  16. Cheguei a ficar com pena da Luna por receber tantos socos da Elena, mas no decorrer da leitura fui entendendo os motivos. Se bem que a Luna tinha uma justificativa! Quanto à Elena espero que surja uma reviravolta no próximo capítulo!
    Bjs!!

    ResponderExcluir
  17. Ola boa noite, tudo bem ?

    não gosto muito de ler livros, mas do jeito que você escreve parece que estamos junto com o personagem, serio fiquei ate com pena de Luna por tanto socos da Elena ela não merecia, mas o que será que vai acontecer com a Elena sera que vai ter a reeviravolta dela. vamos aguardar e parabéns pelo seu post

    ResponderExcluir
  18. Nossa a gripe pegou todo mundo né =\ tá complicado. Que capítulo mais tenso nesse final, eu to boquiaberta! O espectro conseguiu brincar perfeitamente com a mente de Elena =( botando a culpa nela por tudo. Eu chorei aqui com as palavras de Elena para Akio, pois eu me identifico muito com as palavras que ela disse a ele. Consegui trazer isso para minha vida real e meu deus, eu fiquei realmente sentida com isso =( parabéns, pois sua escrita evolui cada vez mais e nos deixa cada vez mais imersos na história. Estou curiosa como será agora. O que acontecerá com todos. Vem próximooo!

    ResponderExcluir
  19. Olá! Tudo bom?
    Já estava sentindo falta, querendo saber mais sobre a história, como sempre amei, escantada com essa narrativa, louca para o desfecho.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  20. Oi Carmem, tudo bem?

    Que capítulo foi esse mulher?! Como sempre, simplesmente arrasador. Então, eu não gosto muito da Luna e já tinha deixado bem claro, sempre ficarei com um pé atrás quando o assunto for ela. Imagino como a Elena se sentiu depois de ouvir que a "culpa" de todas as tragédias que ocorrerão eram sua, deve ser algo perturbador. As palavras que ela dirigiu ao Akio foram muito fortes e tocaram em mim. Agora estou ainda mais curiosa pela continuação.
    E essa gripe andou pegando todo mundo, infelizmente =(

    Beijos!

    ResponderExcluir
  21. A elena ta quente em coitada da luna a cada capitulo a historia vai esquentando e como eu estou ? amando de montão parabens por mais esse capitulo cheio de emoçoes

    ResponderExcluir
  22. Sei como é também estou nesse processo de bloqueio literario, eu fiz um conto e agora não consigo termina-lo, nossa amei a historia, louca pra ver mais um capitulo. Sucesso

    ResponderExcluir
  23. Hey Carmen, tudo bem? Menina adorei o capítulo! Espero que consiga superar o bloqueio literário e melhorar de sua gripe. Adoro sua escrita e mal posso esperar pelo próximo capítulo. Um grande abraço!

    ResponderExcluir

Olá, bem-vindos (as).

Por favor, siga as seguintes regras ao participar do blog:

1- Nada de palavrões, palavras de baixo calão, mensagens de ódio, ofensivas. Serão imediatamente excluídas.
2-Respeite a opinião da outra pessoa mas não deixe de expressar a sua.
3- Nada de ''Gostei do post'' , ''lindo post'' ou ''vou conferir'' ou qualquer comentário vazio porque já vou saber que não leu nada. E eu vou ignorar.
4- Pode deixar o link do seu site abaixo do seu comentário, prometo visitar assim que possível.
5- Qualquer sugestão ou crítica construtiva serão aceitas.
6- Divirtam-se, riam, debatam, qualquer problema avise.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...